Banner 728x90

Compartilhe!

Para fechar minha passagem pela China segui rumo a Pequim. Depois da ótima visita a Xian peguei novamente um trem noturno agora com destino a Pequim.

Eu tava lá esperando mais uma viagem entediante quando passa um chinês e fala que é estudante de inglês e que estava com um grupo amigo dele e se eu não queria ir lá trocar uma idéia com eles. Fui na hora.

Foi muito interessante poder conversar com um pessoal jovem para entender melhor o que é a China. Me perguntaram daonde eu era, ficaram admirados de eu ser do Brasil e estar viajando sozinho numa volta ao mundo. Perguntaram coisas do Brasil, da minha viagem, dos lugares que já tinha passado. Eu perguntei sobre a China, sobre a censura, como era viver num país tão controlado e na verdade eles não enxergavam assim. Quando você já nasce sob controle e censura parece que é normal, é o mito da caverna de Platão, você só acredita naquilo que conhece ou deixam você conhecer.

Curioso como eles ficaram indignados quando eu disse que a China invadiu o Tibet. Aí eles não gostaram, falaram que não, que o Tibet sempre foi da China, que eu não sabia o que tava falando, daí eu fiquei quieto. É a típica coisa que as nações entram em disputa e cada lado tem certeza que está correto. Mas poder conversar com esse pessoal foi uma experiência ótima.

Pequim

A imensa capital chinesa é obviamente muito grande mas também muito moderna. Isso é uma característica que chama a atenção na China. As cidades são uns colossos gigantes com obras para todos os lados e com ânsia de modernidade. Hotéis, prédios comerciais, avenidas recém inauguradas, parece que os chineses estão desesperados para deixar o atraso do regime comunista para trás, apesar de todo o controle ainda ser do partido comunista.

Fiquei num hostel numa região com muitos hotéis e prédios comerciais, perto do metrô o que facilita muito em Pequim.

Praça da Paz Celestial – Tiananmen

Logo de manhã saí cedinho para ir até a cidade proibida e claro que também visitei a praça em frente que em 1989 teve um episódio famoso quando estudantes e trabalhadores chineses fizeram protestos que foram violentamente reprimidos causando a morte de centenas de pessoas no que ficou conhecido como o Massacre da Praça da Paz Celestial.

A ampla Praça da Paz Celestial

Uma imagem correu o mundo quando sozinho e desarmado um único estudante parou uma fila de tanques de guerra.
A praça em si não tem nada demais mas ela acabou virando um símbolo da luta pela liberdade, mesmo que na própria China não tenha dado resultado. Para mim que era criança e vi pela televisão essa imagem foi emocionante estar naquela praça.

Praça Tiananmen
A praça fica em frente a Cidade Proibida

Na praça também ficam o Mausoléu de Mao Tse Tung, o Museu Nacional Chinês e próximo dali o Grande Teatro Nacional.

Cidade Proibida

Cidade Proibida
Na entrada da Cidade Proibida a foto do homem que mudou a história da China: Mao Tsé Tung

Esse complexo de palácios imenso foi a casa dos imperadores chineses durante cinco séculos. Além de morada dos imperadores também era a base do governo. O nome cidade proibida se deve ao rígido controle de segurança imposto pelos imperadores onde a entrada ou saída do complexo por pessoas além da família imperial eram raros.

Cidade Proibida
Passando pelos portais sempre lotados da Cidade Proibida
Portal da Suprema Harmonia
Portal da Suprema Harmonia

Em termos arquitêtonicos a cidade é uma jóia. Seus palacetes, templos e praças são belíssimos e magníficos representantes da genuína arquitetura chinesa. O palácio é patrimônio da humanidade desde 1987.

Cidade Proibida
Eu acho que tá meio cheio…
Cidade Proibida
De longe o lugar mais cheio que já visitei. Só não fica completamente inviável porque o palácio como um todo é um lugar imenso e as pessoas se espalham por lá mas alguns lugares são extremamente concorridos

Hoje visitar a cidade proibida também é um exercício de paciência. Ele é de longe o mais concorrido ponto turístico da China e ao vistá-lo você literalmente irá ver um mar de pessoas por todos os lados. Isso não tira o brilho do lugar que é realmente espetacular.

Cidade Proibida
Á parte a lotação a arquitetura da Cidade Proibida é lindíssima
Sala da Suprema Harmonia na Cidade Proibida
Sala da Suprema Harmonia. Esses nomes pomposos não são á toa eles tem haver com a antiga religião chinesa e o conceito de Imperador Celestial e seu correspondente Imperador na Terra
Cidade Proibida
Magnífico trabalho de marcenaria e pintura num dos telhados do palácio. Impressionante!
Cidade Proibida
O palácio é repleto de imagens de Tigres, Leões, Tartarugas todos com vários significados de acordo com a antiga religião chinesa.
Coroa de pérolas da Imperatriz Chinesa na Dinastia Qing
Dentro do palácio também estão expostos os tesouros das dinastias aqui a coroa de pérolas da Imperatriz na dinastia Qing
Coroa do Imperador na Dinastia Ming
Coroa do Imperador na Dinastia Ming
Detalhe de telhado na Cidade Proibida Pequim
Cada detalhe no palácio foi minuciosamente estudado e realizado. Olha o nível de detalhamento desse telhado.
O portão Norte da Cidade Proibida
O portão Norte da Cidade Proibida

Templo do Céu

Jorge Cruney no Templo do Céu
Jorge Cruney no Templo do Céu

Para completar minha visita a Pequim decidi visitar o maior complexo de templos taoístas da China, o Templo do Céu. Construído pela dinastia Ming era usado para pedir por boas colheitas e agradecer os bons resultados obtidos. Ele é grande não no número de templos mas na área utilizada. É composto de três construções maiores espalhadas por um parque e tudo isso é conhecido como Templo do Céu.

Templo do Céu em Pequim
Não é o tamanho que faz dele tão especial e sim o nível de detalhes e harmoniosidade da construção, o Templo do Céu. Essa é a Sala de Oração para Boas Colheitas e acredite se quiser mas essa construção de madeira não possui um único prego
O interior da Sala de Oração para Boas Colheitas
O interior da Sala de Oração para Boas Colheitas. Hoje em dia a gente reza para não ter agrotóxico

Ele fica dentro do parque Tiantan Gongyuan e os prédios principais são a Sala de Oração para as Boas Colheitas que fica no norte e ao sul o Altar Circular e a Abóbada Imperial Celestial.

Por trás da Abóbada Imperial Celestial
Abóbada Imperial Celestial
Uma visão completa da Abóbada Imperial Celestial e seus prédios adjacentes
Abóbada Imperial Celestial
Seu telhado é maravilhoso por fora e também por dentro. Um primor arquitetônico.
Altar Circular no Templo do Céu
O curioso Altar Circular. Formado por 3 plataformas de mármore e aberto pois o objetivo era justamente rezar aos céus

Fora dos muros do templo o parque Tiantan Gongyuan também é muito bonito e vale a pena ser visitado.

Parque do Templo do Céu em Pequim
Um dos portais que dão acesso ao parque
Templo do Céu
Pelas alamedas e praças do parque no Templo do Céu

Com meu pouco tempo em Pequim não pude visitar outros lugares mas como eu já escrevi antes eu vou voltar a China de qualquer maneira pois o país é incrível e precisa ser explorado ao máximo. Não faça como eu e quando for a China fique o máximo tempo que seu visto permitir.

Compartilhe!

Você também vai gostar