dealform 728x90

Compartilhe!

Manarola - Cinque Terre

Quando se viaja por longo tempo você precisa dar uma parada de vez em quando. Parar num lugar uns dias e não fazer nada. Para isso escolhi as Cinque Terre.

Sendo um lugar de vilinhas espremidas entre o morro e o mar, achei o lugar ideal para recarregar as baterias um pouco. E foi uma ótima escolha. Primeiro que é um lugar perfeito para descansar e segundo que por azar acabei ficando doente lá e pude me recuperar no meu cantinho. Não fiquei em hostel dessa vez, como já era fim de Outubro o clima já tava frio e dava pra encontrar bons preços lá.

Peguei um trem em Florença até La Spezia e de lá outro até Monterosso. É bem fácil.

Monterosso

Monterosso - Cinque Terre
Monterosso e sua praia com o lindo azul do mar da Liguria

Fiquei em Monterosso, cheguei pela manhã, deixei minhas coisas na pousada e já fui atrás do passeio de barco. Esse passeio, passa por todas as Terre, partindo de Monterosso, vai até Vernazza, Manarola e Riomaggiore. Não pára em Corniglia pois ela fica no topo do morro.

Comprei o passeio da tarde, mão única, que você pode entrar e sair do barco em cada Terre mas não te traz de volta. Não é problema pois o trem passa em todas as vilas e eu queria ver o pôr do sol.

Monterosso - Cinque Terre
Monterosso al mare

O passeio é gostoso e é realmente lindo ir se aproximando das vilinhas, ver as casas amontoadas no morro. Considerando a posição e a desordem que elas estão distribuídas, lembra muito as nossas favelas cariocas.

Só que favela européia! As casas tem reboque, tão pintadinhas e não tem bandido traficando nem matando alguém no microondas.

Vernazza

A primeira parada foi em Vernazza e aqui começou a minha tortura. Senti uma diarréia braba vindo. Sim, todo mundo que já viajou sabe que um dia ela aparece pra bater cartão, essa filha da puta! Só não esperava que isso acontecesse justo na Itália!

Vernazza - Cinque Terre
Vernazza

Dando uma volta ao mundo, já pensava nos meus problemas na Índia, China mas depois de terminar minha volta ao mundo, aqui foi o único lugar que deu merda. Literalmente!

Corniglia

O barco não pára em Corniglia, que fica no topo do morro, mas dá para ter uma bela vista de lá.

Corniglia - Cinque Terre
Corniglia, incrustada no morro

Manarola

Esse é o cartão postal da Cinque Terre. Você já deve ter visto a foto abaixo só que cheia de photoshop. Juro que só coloquei photoshop no morro.

Manarola - Cinque Terre
Jorge Cruney em Manarola

Manarola - Cinque Terre

Pelas ruelas de Manarola

O barco te deixa na vila e depois você pega outro em horários determinados que vão pra próxima vila. Tinha um bom tempo e resolvi almoçar por lá. Já no meio do almoço vi que a coisa tava ficando ruim. No fim terminei o almoço e acabei com o banheiro do lugar.

Pior que daí pra frente atrapalhou muito o meu passeio, eu não tava legal mas resolvi terminar já que tava no meio do caminho.

Riomaggiore

A última parada foi em Riomaggiore. Os barquinhos na entrada parecem que trazem um pouco do que realmente era esse lugar antes de ser descoberto pelo turismo. Vilinhas tranquilas a beira mar onde o tempo passa beeem devagar.

Riomaggiore - Cinque Terre
O charme de Riomaggiore
Riomaggiore - Cinque Terre
Parece ou não uma favela arrumadinha?
Riomaggiore - Cinque Terre
Futebol e sossego em frente a igreja

Acabei desistindo de ver o pôr do sol nas outras Terre. Não tava legal. Para voltar peguei o trem e vi o finzinho em Monterosso por sorte.

Fui correndo para a pousada e fiquei trancado no meu quarto, onde tive que reinar a noite toda. E no dia seguinte, como um político brasileiro, fiquei descansando depois de tanta merda feita!

Monterosso - Cinque Terre
Pôr do sol em Monterosso al mare

 

Compartilhe!

Você também vai gostar

Close