Banner 728x90

Compartilhe!

Huangshan

Após um estágio de China em Hong Kong, cheguei a China continental cheio de expectativas. Após a viagem posso dizer que fiz uma estupidez. Reservei um vôo de saída muito próximo e teria apenas 10 dias na China. Foi a maior burrada da viagem. A China é um país que te oferece muito mais do que se imagina e até o mais simples fato de almoçar torna tudo interessante.

Shangai
Vendo Shangai pela janela

Entrei por Shangai mas por ter apenas 10 dias decidi não ficar na cidade e ir direto para Huangshan. Por 2 motivos. Como toda cidade imensa a Shangai mais interessante só se conhece com muito mais tempo, então optei por visitar na China lugares bem específicos.

A primeira parada seria em Huangshan pois seria uma parada com 2 destinos ótimos no mesmo lugar. As montanhas de Huangshan, também chamadas de Yellow Montains e as cidades históricas de Xidi e Hongcun, com séculos de história e que parecem que pararam no tempo.

Para chegar em Huangshan eu precisaria ir de trem. Cheguei no aeroporto de Shangai e peguei um ônibus que cruzou a cidade inteira até a principal estação. Chegar nessa estação sem a passagem foi um grande risco. Ainda mais quando percebi que ninguém na China fala inglês. É muito raro. Só em hotéis e raramente em um ou outro lugar.

Comida chinesa
Primeira refeição na China. Dim Sum e sopa de miúdos, pulmão, coração e afins. Os dois estavam ótimos e olha que nem era um belo restaurante. Parecia mais um tipo de rede mas a comida era boa

Nessa estação para comprar a passagem nenhum atendente falava inglês. Nem o guichê tinha alguma explicação em inglês. A saída é tentar com algum ocidental que te cruzar o caminho. Nessa fila encontrei um casal dinamarquês, que vivia na China e falavam mal e porcamente o idioma. Eles me deram uma luz do guichê correto e até me ajudariam a comprar a passagem mas acabou não sendo necessário. Como eu não sou tão bobo assim, gravei os nomes dos lugares que pretendia visitar em chinês para poder usar nessas situações.

Também baixei o pacote de chinês para o google tradutor e me foi útil várias vezes depois disso. Só que não sabia que precisa de dois pacotes: português-chines e chines-português, então no começo eu conseguia perguntar mas não conseguia traduzir a resposta, ou seja não servia pra porra nenhuma.

Shangai
Matando o tempo em Shangai

Depois de conseguir comprar minha passagem eu teria que aguardar algumas horas. Decidi comprar um chip de telefonia pois não sei que tipo de internet encontraria por lá e achei que poderia ser útil de alguma maneira por causa da dificuldade da língua. E daí começou a briga. Primeiro que não encontrava uma loja de telefonia e segundo que ninguém entendia o que eu queria.

Entrei num shopping, tentei em inglês e nada. Fiz o gesto de falar ao telefone na cabeça e nada. As pessoas me olhavam estranho. Só depois fui descobrir que os gestos na China são diferentes. Para mostrar os números se usa gestos totalmente diferentes e dá para ir até 9 só com uma mão. E adivinha? O sinal de telefone e também do Hang Loose, na China significa o número 6. Por isso que não entendiam o que eu queria.

Minha sorte foi encontrar um ocidental no meio da rua e o cara me falou do lugar que vendia chip. Lá, por sorte tinha uma única garota que falava inglês e consegui comprar o bendito.

Até Huangshan foram longas 12 horas de trem noturno. No meio de 5 chineses, meio apertado e sem poder conversar com ninguém. Foi difícil e interessante ao mesmo tempo. Interessante por andar num trem chinês. Dentro tem até vendedor de bugiganga igual o trem em São Paulo, só que autorizado, estão uniformizados e tudo. A malha ferroviária chinesa é hoje uma das maiores do mundo, a maior em trens de alta velocidade e seus trens são ótimos, novos, limpos e eficientes.

Tunxi – Old Street

Tunxi - Old Street - Huangshan
A movimentada Tunxi. Prédios históricos e muita coisa para vender
Tunxi - Huangshan
Essa é a prova que chinês não sabe tirar foto. Pedi para enquadrar o portal atrás. O primeiro, nada. O segundo, nada. Daí desisti. Não vou ficar mais bonito mesmo.

Huangshan é um bom destino por ter várias coisas para se ver perto. Na própria cidade tem o distrito de Tunxi (onde fiquei) e nele a Old Street, uma rua com a arquitetura tradicional chinesa com construções do período Ming (1368–1644) e Qing (1644–1911) e que virou um centro turístico principalmente de compras. Tem lojas de comidas a estátuas enormes. O grande fluxo de turistas é de chineses mesmo. É raro estrangeiros nessa região da China. O que achei ainda mais legal. Dá um ar mais autêntico aquilo tudo.

Comida chinesa
A China tem tanta fama de comer coisas bizarras que quando a gente vê coisas assim fica até desconfiado. Será que é inseto isso aí?
Comida chinesa - Huangshan
Um biscoitinho recheado. O que tem dentro até hoje não sei mas que era gostoso isso era.
Moto china
As curiosas proteções para chuva nas motos chinesas

Montanhas Huangshan

Montanhas Huangshan
Pelas trilhas nas montanhas Huangshan

A grande atração da região são as montanhas de Huangshan. Essa cordilheira de muita beleza e que são patrimônio da humanidade e há séculos são retratadas em inúmeras pinturas no país. Essa fama atrai o grande fluxo de turistas chineses para conhecer esse lugar. Para facilitar foi instalado um bondinho que te leva direto ao topo das montanhas e lá é possível até se hospedar. Dá para fazer várias trilhas, de 1 a até 3 dias. O lugar é realmente deslumbrante e para ser ainda mais perfeito só faltou um mar de nuvens.

Montanhas Huangshan
De bondinho até o topo
Huangshan
Aqui dá para entender a fascinação do povo chinês por esse lugar
Huangshan
Gostei tanto do biscoitinho que levei para beliscar nas montanhas
Flying rock Huangshan
Flying rock ou em bom português a rocha voadora
A Flying Rock no meio dos cumes das montanhas de Huangshan
A Flying Rock no meio dos cumes das montanhas de Huangshan

Agora o problema foi voltar. As montanhas são longe da cidade, cerca de 70km  e fui de ônibus. Só que eu acabei sendo enganado e perdi o ônibus da volta. Saindo do parque um cara numa van falou que me levaria para Tunxi pelo mesmo valor do ônibus. Achei que ele pegaria outras pessoas e compensaria a viagem dele, por isso o mesmo preço.

Montanhas Huangshan
O gelo acumulando nas montanhas

Entrei no carro, ele deu uma volta ali na cidade mesmo e me levou até um hotel. Falei que não, que queria ir até Tunxi mas me toquei que era tipo um golpe mesmo. Do tipo de inventar qualquer desculpa e em conluio com o hotel me fazer hospedar lá. Desci do carro puto, não paguei nada para ele e saí correndo de novo para o parque para tentar pegar o ônibus que saía as 17 horas. O pior é que não deu tempo. O ônibus já tinha saído.

Montanhas Huangshan
O gelo fazendo as vezes de folhas no inverno chinês

E daí só sobrou os taxistas que ficam perto da entrada do parque que queriam um preço absurdo. E pior que não tinha ninguém para dividir pois a maioria dos turistas já tinham ido embora de ônibus. Ainda conversei com um taxista que falava bem inglês e que parecia mais correto mas ainda sim estava muito caro. Acabei saindo andando sem nem saber o que fazer.

Montanha Huangshan
O que parece as formiguinhas são as pessoas contornando a montanha

Daí que esse taxista, começa a me seguir na rua, me pedindo para ir com ele. Tinha arrumado mais duas pessoas para ir até Tunxi. Eu já tava puto e pechinchei o máximo que deu, o chinês sabia que eu não tinha opção mas para ele compensava muito eu ir junto e mesmo bravo deu uma arregada para me levar junto e o valor acabou ficando próximo do ônibus.

Montanhas Huangshan
No meio do caminho tinha uma pedra. Tinha uma pedra no meio do caminho. Depois de sair do parque que encontrei a verdadeira pedra no caminho para ir embora.

Mas isso foi uma lição. Viajando por longo tempo você acaba relaxando e confiando demais nas pessoas e sempre onde tem turismo é preciso estar esperto. Fica a dica.

 

Compartilhe!

Você também vai gostar