dealform 728x90

Compartilhe!

Fontana dell'Elefante - Catânia

Catânia não é exatamente um lugar turístico. O pessoal na verdade não está preocupado com isso. Mesmo seus prédios barrocos sendo patrimônio da Unesco, ninguém liga.

Cada um vive a sua vida como tem que ser, a cidade segue seu rumo, para o bem e para o mal, e se você pretendia uma visita super interessante numa cidade siciliana talvez se decepcione.

Catânia acaba sendo uma passagem para quem visita a Sicília. Você pode entrar por Catânia e sai por Palermo ou o contrário. O fato é que com os ótimos preços de low cost essas são as 2 alternativas para ir a Sicília.

O meu foi o segundo caso, confesso que Catânia para mim era só uma passagem e mesmo que tenha dado uma pequena chance a ela, não me surpreendeu.

Me parece ser aquele lugar onde você precisa de um amigo local para apreciar.

Porque em Taormina, no hostel, um espanhol me falou muito bem de Catânia, que era uma cidade muito legal, pelas suas faculdades existia uma noite animada, com coisas interessantes para fazer. Pois é, mas faltou esse cara para me mostrar onde e quais lugares realmente são bons. Sozinho não se tem essa sensação.

Tem um outro problema. Catânia é cinza! Literalmente. A maioria das construções são feitas com as pedras vulcânicas e isso dá a cidade um peso, uma cara de poluída que não me agradou. Mesmo suas construções patrimônio da Humanidade não são lá impressionantes.

Mas por isso que viajar é especial. A viagem é sempre individual, cada lugar te traz uma sensação. Tem gente que odiou Paris (vai entender). Os motivos que te levam  a gostar ou não de uma cidade podem ser bem diferentes.

Catedral de Santa Ágata, Piazza Duomo

Catedral de Santa Ágata - Catânia
Catedral de Santa Ágata

A Piazza Duomo é a praça principal da cidade e nela fica também a Catedral de Santa Ágata e onde o pessoal se concentra. Rodando um pouco mais se chega ao Teatro Massimo Bellini.

Teatro Massimo Bellini - Catânia
Teatro Massimo Bellini
Catânia
As cinzentas ruas de Catânia

Também tem sítios arqueológicos espalhados pela cidade, alguns literalmente no meio da rua, como esse aí embaixo.

Catânia
As ruínas no meio da rua de Catânia

Giardino Bellini

Um lugar gostoso para se visitar e quebrar um pouco o cinza da cidade é o Giardino Bellini, um pequeno parque, com belos jardins e lindas vistas para o Etna.

Giardino Bellini - Etna
Giardino Bellini e o Etna lá no fundo
Giardino Bellini - Catânia
A bela entrada do Giardino Bellini

E já que falei das universidades, ta aí os belos prédios das principais. São bonitos no seu desenho barroco mas ninguém vai cruzar um mar e ir para Catânia por causa deles.

Palazzo Universitario - Catânia
Piazza Universitá – Na mesma praça as principais faculdades de Catânia, essa é o palácio Universitário
Palácio San Giuliano - Catânia
Aqui o Palácio San Giuliano

Eu fiquei bem próximo de um dos pontos principais da cidade, e que alguns dizem ser turístico, o pitoresco mercado de peixes. É aquela coisa de feira típica, gente berrando, mostrando seus peixes, belos produtos, sujeira e como era de peixe um cheiro nada agradável. Quem é cozinheiro talvez ache o máximo. Eu não vi graça nenhuma.

E acho que esse mercado resume bem o que me passou Catânia, não é bonita, não cheira muito bem mas tem quem goste.

Compartilhe!

Você também vai gostar

Close